fbpx

Perguntas frequentes

Sabemos que você possui muitas dúvidas, assim criamos essa sessão especialmente para você.  

Destacamos aqui as dúvidas mais frequentes. Em meu instagram tem mais informações.

DICA DE OURO PARA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Leia o rótulo. Se você contou 1,2,3,4, 5 ingredientes desconhecidos e/ou impronunciáveis, pode saber! Esse é um alimento processado.

o que é dieta low carb

Low Carb é uma dieta com restrição na quantidade de carboidrato ingerido. Nela evita-se o consumo de alimentos açucarados, ricos em carboidrato como batata, massas e pão. Nessa dieta, é incentivado o consumo de alimentos de verdade associado à uma quantidade moderada de proteínas e abundância de gorduras naturais. Ou seja: carnes, queijos, castanhas, azeite, manteiga, nozes, verduras e legumes.

Não há necessidade, na maioria das vezes, de contar calorias. Nem de usar vitaminas e suplementos.

Tudo que você precisa fazer é comer comida de verdade!

  1. Aumento da disposição para o trabalho, para fazer exercício e, também, na vida pessoal. Nunca mais tive sono após o almoço!
  2.  Melhor qualidade de sono. Nem todos precisamos dormir a mesma quantidade de horas de sono. Mas todos precisamos ter sono de qualidade. Não coloque regras na quantidade de horas que você dorme! O importante é acordar bem-disposto. Sono de qualidade é a meta!
  3. Melhora do meu rendimento no trabalho na parte da tarde. Sabe aquele famoso “banzo” após o almoço. Eu nunca mais tive!
  4. Sinto menos fome. Sem fome, posso pular qualquer refeição, se precisar! E usar esse tempo para trabalhar, reuniões, ou fazer Yoga. Eu, por exemplo, malho na hora do meu almoço! 
  5. Perda de uns quilinhos extras! Precisei perder 5 kg, depois que vim p/ os EUA. Emagreci fazendo a dieta cetogênica e jejum. Além disso, depois consegui manter o peso. Após um tempo, engravidei segui com a dieta Low Carb (parei o jejum.) e consegui seguir com um ganho de peso normal durante toda gravidez. 
  6. Não tenho mais dores de cabeça. Eu fazia profilaxia com medicação para dor de cabeça – o que quer dizer que eu tomar um comprimido todos os dias para não ter dores de cabeça. Hoje, já não tomo mais!!!
  7. Melhora do funcionamento do intestino. Sofri com constipação uma vida! Agora não tenho nem que me preocupar – consigo com a alimentação ter um hábito intestinal saudável.
  8. Redução do nível dos triglicerídeos e aumento do HDL – o “colesterol bom”! Cuide do seu coração! ⠀
  9. Redução do nível da minha glicemia e da hemoglobina glicada. Diabéticos entenderão como isso é difícil as vezes e fundamental! Tenho uma história familiar para diabetes mellitus e meus níveis são considerados pré-diabetes. ⠀
  10. Após Low Carb eu me cuido mais! e só eu posso fazer isso por mim! Por mais qualidade de vida! Seja sua melhor versão.

Compre os alimentos na forma mais natural possível. Quanto menos enlatados, menos processados e menos ultraprocessados melhor.

A alimentação Low Carb é baseada em comida de verdade. 

O que é comida de verdade?  É aquela que está no estado natural, sem qualquer tipo de mudança feita pela indústria.

O oposto de comida de verdade é comida processada. 

A melhor dica para saber se a comida é altamente processada está na lista de ingredientes. Se o que o produto contém mais de 5 ingredientes e, além isso, inclui muitos itens desconhecidos e impronunciáveis, pode saber: é um alimento processado.

É aquela que está no estado natural, sem qualquer tipo de mudança.

O oposto de comida de verdade é comida processada. 

A melhor dica para saber se a comida é altamente processada está na lista de ingredientes. Se o que o produto contém mais de 5 ingredientes e inclui muitos itens desconhecidos e impronunciáveis, pode saber: é alimento processado.

É como uma vida simples! É um prato com alimentos na forma mais natural possível. Quanto menos enlatados, menos processados, menos ultraprocessados melhor.

  1. Escolha a proteína: frango, carne de boi, porco, peru, ovelha, peixe, frutos-do-mar, queijos, tofu, ovo (para citar as mais comuns).
  2. Escolha os vegetais/folhas/legumes. Prefira vegetais que crescem ACIMA DA TERRA. Pois, eles possuem menos carboidratos.
  3.  Acrescente para finalizar azeite! Manteiga! Castanhas! Abacate! Queijos! Sementes!

No começo vale essa regra simples – só aqueles que crescem acima da terra!

Na minha opinião o Xilitol e Eritritol são os mais convenientes.

Xilitol:

É considerado um adoçante natural. Tem uma doçura semelhante ao açúcar comum, e contém 40% menos calorias : )))

Tem pouco efeito na glicose sanguínea.

Não deixa de ser xilitol quando em altas temperaturas. É uma ótima opção para cozinhar!

Outra vantagem: ele traz benefícios para a saúde bucal e prevenção de cárie dentária.

Além disso, ele é autorizado até pela FDA (Food and Drug Administration, órgão americano de controle de alimentos e remédios).

Ficou com alguma dúvida? Mande para gente!

Eritritol:

Também pode ser encontrado na natureza, mas a maioria dele é produzido pela indústria.

Possui menos calorias que o xilitol. Sim, o eritritol possui apenas 5% das calorias do açúcar, mas possui 70% do poder adoçante do açúcar comum.

  • Xilitol: 2,4 calorias/g
  • Eritritol: 0,24 calorias/g

Ele não gera grandes alterações nos níveis de glicemia ou de insulina. Por mais que a ciência ainda não tenha encontrado nada de negativo relativo a esses adoçantes, isso não significa que você pode comer grandes quantidades. E, isso, vale para qualquer adoçante!!

Estevia:

É derivado das folhas de uma planta sul-americana: Stevia rebaudiana. Os índios do Paraguai e do Brasil usavam as folhas de estévia para adoçar chás, remédios e para mastigar. Você sabia que a  estévia é muito doce – 200 a 350 vezes mais que o açúcar comum?

  • Não tem calorias.
  • Não tem carboidratos.
  • Não aumenta os níveis de açúcar no sangue ou insulina.
  • Baixo potencial de toxicidade.
  • Não  tem gosto de açúcar.
  • Muitas pessoas sentem um sabor amargo depois.

Ainda não há estudos sobre o impacto na saúde a longo prazo.

O consumo abusivo de bebidas alcoólicas pode diminuir a perda de peso. Uma das hipóteses dos estudos é que durante a ingestão de álcool o fígado trabalha para metabolizar o álcool e interrompe a metabolização da gordura.

Além disso, bebidas alcoólicas estimulam o apetite. A chance de comermos mais aperitivos ou chegar em casa e fazer aquele super mexido” aumenta drasticamente.

Consumir com moderação, é ok! Então, escolha bebidas que contém poucos carboidratos. Ótimas opções são: vinho, champanhe e destilados (rum, uísque e vodka).

Além disso, existe no mercado um novo produto: Hard Seltzer. Conhece? Se você já experimentou me conte o que achou

Surpreenda-se!

🍺Cerveja: 1 lata, em média 12g

🍷🥂Vinho: 1/2 taça

Em ordem crescente de carboidratos.

  • Vinho Branco (Sauvignon Blanc, Chardonnay): 3g
  • Champanhe Brut: 3 a 4g
  • Vinho Tinto Seco (Syrah, Pinot Noir, Cabernet Sauvignon): 3 a 4g
  • Vinho Branco (Riesling, Chenin Blanc): 5 a 6g

Consuma com restrição, estes últimos !!!!

  • Vinho Moscatel: 8g
  • Vinhos Tinto Suave (de mesa): 12 a 14g

Os dados apresentados são uma estimativa. Fonte: USDA Nutrition

Muita calma nessa hora!!!!

A frutose é o açúcar que está presente nas frutas, é ela que dá o sabor adocicado. 

O problema é que a indústria também aprendeu usar a frutose. E utiliza a frutose em concentrações muito, mas muito maiores que a presente naturalmente nas frutas. 

Além isso, as frutas são ricas em fibras e vitaminas. Assim, fruta é um bom alimento. Sim! Fruta é a sobremesa que a natureza oferece. Pense nisso!

 No entanto, cuidado com o suco de fruta. Ele não é tão inocente quanto as frutas inteiras. Quando bebemos sucos tendemos a consumir muito mais frutas do que comeríamos. Pensa comigo! Quantas laranjas você gasta para fazer uma laranjada?

Cuidado com o suco de fruta. Ele não é tão inocente quanto as frutas inteiras. 

Quando bebemos sucos é possível consumir uma quantidade maior de frutas do que quando comemos as frutas. E, assim, consumir muito mais frutose (açúcar da fruta). 

Pensa comigo: quantas laranjas você gasta para fazer uma laranjada? Duas ou até 3 por copo. Após dois copos você terá ingerido de 4 a 6 laranjas. Além disso, toda a fibra da laranja não está presente no suco.

Carnes vegetaisgorduras naturais – são os pilares do LC.

As frutas são a sobremesa que a natureza oferece!

Lembre-se de seguir os alimentos do grupo – Pilares do Low Carb – sempre que for as compras ou estiver cozinhando.

Parar definitivamente não acho ser saudável! É, possível, muitas das vezes fazer escolhas mais saudáveis.

 Quando bater a vontade de comer um chocolate.

Que tal trocar o chocolate ao leite pelo chocolate 70%, 80% cacau. Quanto maior a % de cacau mais saudável!

 Vai cozinhar? Troque o achocolatado (que nada mais é que açúcar com cacau) por cacau em pó 100%.

junte-se a centenas de pessoas saudáveis

Assine nossa “newsletter” para receber novidades sobre Low Carb e vida saudável por email. GRATUITO

Entrar em contato!
1
Olá 👋
Vamos conversar?